CAUSAS E TRATAMENTOS DA OSTEOARTRITE

A osteoartrite é uma doença articular degenerativa caracterizada pela destruição da cartilagem articular, inflamação da membrana sinovial e remodelação óssea subcondral.

A destruição da cartilagem por enzimas proteolíticas é um dos principais mecanismos patogênicos, sendo as metaloproteínas e as principais enzimas causadas pela destruição da cartilagem (colagenase, estromelisina, gelatinase) e os condrócitos, uma maior fonte de enzimas degradadas na osteoartrite. Substâncias endógenas na cartilagem articular podem servir como uma imunorreatividade a estímulos antigênicos e estar envolvido no processo evolutivo da artrite inflamatória.

Os fragmentos de fibronectina podem exercer um papel imunogênico na formação de citocinas e outras enzimas dos condrócitos, contribuindo com a destruição da cartilagem. Como as interleucinas IL-1, IL-6 é o fator de necrose tumoral (TNF) desempenha um papel muito importante na liberação de proteases.

MAIS COMUM EM IDOSOS

O envelhecimento é um dos fatores de risco mais proeminentes para um osteoartrito. Estima-se que no Brasil em 2040, tenhamos cerca de 153 idosos para cada 100 jovens, totalizando aproximadamente 60 milhões de idosos. A osteoartrite é a segunda doença mais comum no idoso, atrás apenas da hipertensão.

Na França, já é considerada a primeira causa de incapacidade em pacientes acima de 40 anos. Sabe-se que o aumento de peso, a diminuição da massa muscular e o sedentarismo predispõem ao aumento do dor e, consequentemente, a piora do quadro.

Os exercícios físicos bem orientados são fundamentais para o combate à doença. A terapia farmacológica rápida e curta duração (analgésicos e anti-inflamatórios são úteis na fase aguda, porém com altos riscos de doenças renais, cardíacas e gastrointestinais).

Os medicamentos de ação lenta e prolongada, como condroprotetores e nutricionais, têm seus efeitos benéficos sobre o dor e as funções que podem persistir por algum tempo, mesmo após a descontinuidade. Portanto, sabe-se que a obesidade e a síndrome metabólica são fatores de risco para osteoartrite e devem ser tratadas como doença de base.

AIRTO MANZOTTI  Médico ortopedista CRM 7310

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest