CÂNCER DE PELE, SE TEM DIAGNÓSTICO PRECOCE TEM CURA

Existem diversas maneiras importantes de prevenir a doença, principalmente a proteção da pele contra  os raios transmitidos pelo sol

A pele é o maior órgão do corpo humano, composta por duas camadas, que servem para regular a temperatura do organismo e  também como  proteção contra intermediadores externos. Estar atento à manchas que surgem nela é muito importante para a detecção prematura do câncer de pele. Essa doença se desenvolve quando as células cutâneas se multiplicam sem controle. Devido a alguns fatores externos como luz do sol, agentes infecciosos e agentes químicos é gerada essa disfunção que, atualmente, é conhecida como a de maior incidência no Brasil. Felizmente, se houver um diagnóstico precoce existem grandes chances de cura. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o câncer de pele corresponde a 33% de todos os tumores malignos registrados no país. Pensando em diversos aspectos acerca da doença, principalmente o da prevenção, Mídia & Saúde entrevistou  o médico dermatologista Moisés Albuquerque, vice-presidente da Sociedade Paranaense de Dermatologia.

 

QUAIS OS TIPOS DE CÂNCER DE PELE E SUAS CARACTERÍSTICAS? 

Há dois tipos de câncer de pele, os quais nós especialistas os chamamos de câncer não melanoma e câncer melanoma. A diferença entre os dois são visíveis e biológicas. O primeiro mencionado possui uma cor avermelhada e dispõe de um sangramento local, é considerado mais comum e menos grave. Já o outro, tem a cor preta ou amarronzada.  Este é encarado como mais grave e com possibilidades de se espalhar para outros órgãos do corpo.

EXISTEM SINTOMAS QUE PODEM PREVER UM SUPOSTO CÂNCER DE PELE?

Para casos do câncer melanoma, é propício o aparecimento de manchas que começam a crescer irregularmente e tomando uma dimensão maior que 6 mm. Além disso, pintas ou sinais na pele que possuem variações de cores entre vermelho, marrom e preto podem ser sinais do melanoma.

HÁ UM GRUPO MAIS PROPENSO A DESENVOLVER CÂNCER DE PELE? 

Posso dizer que as pessoas com pele de cor clara são as mais propensas a ter câncer de pele e que a incidência dessa doença é relativamente parecida entre homens e mulheres. Porém, as mulheres têm chances levemente maiores de desenvolver essa doença, sendo considerada rara em crianças e pessoas negras,  a não ser que, aquelas com essas características tenham algum outro tipo de problema cutâneo.

QUAIS SÃO AS ÁREAS DO CORPO MAIS AFETADAS PELO MELANOMA?

Geralmente, as áreas mais expostas ao sol ou ao calor são as mais prejudicadas. Se tratando do tipo melanoma, por exemplo, nos homens é mais comum nas costas e nas mulheres nas pernas.

COMO É REALIZADO O DIANÓSTICO DE CÂNCER DE PELE?

Na verdade, o diagnóstico deve ser feito por dermatologistas. Sobre o processo, posso dizer que os diagnósticos são realizados em lesões até menores do que uma cabeça de alfinete. Devido a suspeita do câncer, o médico realiza  um exame que se chama  dermatoscopia, que possibilitará a confirmação ou a negatividade da doença. Caso dê positivo, retira-se uma pequena amostra da lesão através de uma biópsia, a qual é encaminhada para um patologista.

E QUANTO ÀS FORMAS DE PREVENÇÃO? 

Existem muitas maneiras, mas as principais baseiam-se em evitar exposição solar entre as 10 horas da manhã e às 16h da tarde, pois esse período apresenta um alto índice de raio ultravioleta B. Outro fator importante é o uso do filtro solar diariamente. Ainda que a exposição seja fora dos horários  mencionados, é recomendável o uso desse produto pelo menos duas vezes ao dia.

QUAIS SÃO OS MEIOS PARA SE TRATAR O CÂNCER DE PELE?

Hoje existem diversas formas para tratar essa doença:  cremes, nitrogênio líquido e terapia Fotodinâmica, uso de lasers, mas ainda assim,  o principal tratamento é  a excisão cirúrgica. Ela remove a lesão através do corte feito em volta dela. Em alguns casos, principalmente nos  avançados, a radioterapia e a quimioterapia também podem ser utilizadas.

EXISTEM  CHANCES DE O CÂNCER RETORNAR,  MESMO DEPOIS DE UM TRATAMENTO?

Olha, a recidiva pode acontecer, porém, as chances são pequenas. Pois o dermatologista vai planejar o segmento a ser preconizado para resolver o problema.

EM LINHAS GERAIS, O QUE AS PESSOAS DEVEM OBSERVAR?

Ficar atentas aos sinais que seu corpo dá e cuidar muito bem da saúde da pele neste alto verão. Vale lembrar que os exames preventivos podem ser feitos nas unidades básicas de saúde. Se possível, uma vez ao ano, ou conforme orientação médica. Visite sempre um dermatologista, cuide da sua pele!

Renata Alencar – Jornalista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest