A BUSCA DA SUPERAÇÃO DO SOFRIMENTO PSÍQUICO

Um dos aspectos que definem o ser humano é a subjetividade. Essa subjetividade caracteriza-se pela consciência e
identidade, sentimentos, emoções e pelo inconsciente.

No decorrer da vida, podemos vivenciar situações de extrema dificuldade, como no caso de perder alguém próximo, depressão, situações de dúvidas, estresse, dependência química, dificuldades de relacionamento entre casal e família, dentre outros acontecimentos.

Isso pode gerar um sofrimento intenso e, consequentemente, afetar nossa saúde mental. Na tentativa de aliviar o sofrimento psíquico, buscamos apoio na família, no trabalho, na religião e nos amigos. Porém, além desses recursos, pode haver a necessidade de uma ajuda psicológica.

A psicoterapia poderá ser um importante instrumento no sentido de obter o bem-estar consigo mesmo e nas relações com o mundo. Um número significativo de pessoas, por desinformação ou por resistência, ainda não procura ajuda.

A gama de pessoas que se beneficiam da psicoterapia, contudo, é enorme. Tornar-se mais consciente de si próprio é
assumir-se cada vez mais como pessoa, é tornar-se dono de si mesmo. Isso é um processo difícil e, muitas vezes, doloroso.


REORGANIZAÇÃO

Por meio da psicoterapia é possível obter a compreensão dos conteúdos internos que estão provocando o sofrimento psíquico, podendo culminar com uma reorganização pessoal, além de aprender a conviver com perdas, frustrações e descobrir outras fontes de gratificação nas relações com o mundo.

É importante ressaltar que o psicólogo é um profissional possuidor de um conjunto de técnicas e conhecimentos científicos que possibilitará compreender o que o “outro” diz, compreender suas expressões e seus gestos.

É ainda a possibilidade de integrar tudo isso num quadro de análise, descobrindo as razões dos atos, pensamentos, desejos e emoções. Em outras palavras, o psicólogo pode, junto com a pessoa em psicoterapia, desvendar as razões e compreender os problemas.

Portanto, a psicoterapia tem por objetivo o autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal. É um processo
profundo e, às vezes, demorado, pois a subjetividade da pessoa foi construída durante a vida a partir das relações sociais, das vivências no mundo e de sua constituição biológica.

Ana Sueli Luchetti V. de Oliveira
CRP- 08/08168-4

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest